25 dezembro 2008

“O QUE FAREI ENTÃO DE JESUS, CHAMADO O CRISTO?”

MATEUS 27.22

Quando Pilatos fez essa pergunta naquele dia p/ saber o que fazer com aquele galileu, não imaginava que ela continuaria sendo relevante mais de dois mil anos depois, num mundo transformado pela tecnologia, sim, mas no qual a maioria vive uma profunda crise interior.

A pergunta de Pilatos continua pertinente aos dias de hoje, ecoando entre os séculos e assombrando-nos com sua atualidade porque o homem não construiu um mundo melhor, aliás, há muito mais injustiça social e violência hoje que em qualquer época e mais insegurança sobre o destino de todos num mundo em que apenas um terremoto ceifou 300 mil vidas na Indonésia. Sobretudo, o homem não conseguiu respostas convincentes p/ as perguntas que mais inquietam a alma humana como “qual o propósito da vida?”

Nenhum homem, em qualquer momento da História, foi mais convincente do que JESUS de Nazaré, em qualquer aspecto que se olhe p/ ELE. Ninguém pode negar, ELE dividiu a História. Ainda assim, o mundo prefere ignora-lo e duvidar que Ele é quem disse que era.

Pilatos representava o poder do mundo, o poder de Roma, o poder político e econômico, mas não pôde reconhecer o poder espiritual que estava diante dele e perguntou: “Que é a verdade?”.

O sistema satânico do mundo nunca reconhecerá JESUS como SENHOR de tudo porque isso seria sua ruína. Por isso, ele tenta cegar as pessoas, fazendo com que andem em círculos, obrigando-as a somente olharem p/ si mesmas e suas tarefas diárias, num calendário que sempre nos leva ao mesmo ponto: um ano sai e outro chega, renovam-se os votos de vida nova, tudo novo, mas nada realmente muda.O mundo não tem o poder de transformar alguém em uma nova pessoa pois “não se deita vinho novo em odres velhos”.

Analise a hipocrisia de uma festa como o Natal. As pessoas se cumprimentam e desejam um feliz natal às outras, mas quantos param a comilança e a beberrança para refletir sobre "O Por quê"  de existir essa data no calendário? Aliás, uma festa usurpada de uma tradição pagã romana, o nascimento do deus-sol, Mitra, no solsticio de inverno europeu. Uma festa mundana em sua origem e que em nossos dias retorna para as mãos de suas divindades, pois ninguem duvida que o personagem principal do natal baseado no consumo desenfreado é  Papai Noel, um persongem calcado em cima de varios mitos, entre eles o deus nordico Wotan. 

O verdadeiro Natal não é uma data no calendario mas UMA PESSOA e durante todo os dias do ano essa pessoa é ignorada solenemente e nesse dia Ele é afrontado pelo materialismo, indiferença e sarcasmo das pessoas que nunca param suas vidas para ouvir Sua vontade.

Mas e você? O que tem feito de JESUS, chamado o Cristo, em sua vida? Todos professam conhece-lo e até admitem que Ele é realmente o filho de DEUS, mas não sabem dizer exatamente que diferença isso faz em suas vidas.Se deveria fazer alguma diferença? Sim, TODA diferença.

Geralmente, quando é feita a pergunta “você conhece a Jesus ?”, as pessoas responderão que sim, o que não deixa de ser uma verdade, mas somente até certo ponto, pois a palavra conhecer no sentido como era usada pelos judeus antigamente envolve muito mais do que simplesmente saber quem é a pessoa e o que ela fez, sendo usada até mesmo para descrever a intimidade do ato conjugal. Assim, conhecer envolve relacionamento,intimidade,reciprocidade. Podemos exemplificar dizendo que se alguém te perguntar se você conhece o presidente Lula você podera´dizer que sim e até mesmo falar sobre alguns fatos que sabe sobre sua trajetória para fundamentar o seu conhecimento sobre ele. Mas, digamos que você queira muito entrar numa festa em que somente amigos do presidente possam entrar. Você chega na portaria e declara que conhece o presidente e o porteiro o leva a sua presença e pergunta a ele: “Esse cidadão diz que conhece V. Excelência . V. Excelência pode dizer a mesma coisa?” Você estaria numa situação de saia justa, não?

Muitos crêem na vida após a morte e que entrar em algum tipo de paraíso é um direito adquirido por todo ser humano médio, nem muito bom, nem muito ruim, mas veja as palavras do próprio JESUS em Mateus 10, a partir dos versos 32 e 33:

“Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus;  mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus”

Será que você está disposto a resolver essa questão crucial em sua vida? Faça como o próprio JESUS disse: “Mas você, quando orar, entre no seu quarto e, trancando a porta, ore ao Pai que está em oculto, e ELE te recompensará”- Mateus 6, 6.

Faça isso pedindo a orientação do Espírito Santo de DEUS e veja se pode continuar ignorando que durante todo esse tempo você tem gritado junto àquela multidão: “Crucifica-o, crucifica-o!”

Não dizemos isso na intenção de acusa-los, mas porque hoje sabemos que também nós o crucificamos muitas vezes c/ nossas escolhas, atos e omissões, até que ELE nos atraiu e a sombra da cruz caiu sobre nossos olhos, que se abriram p/ o seu AMOR e não pudemos mais ignora-lo.

É o seu AMOR que nos faz ter a ousadia de anunciar a todos a condenação do mundo e que nos salva de seguir nessa condenação.

 “Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho p/ que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” – João 3,16

 

Obs: o verbo “ter”, no grego, tem o sentido de segurar c/ firmeza, possuir c/ convicção. Ou seja, é preciso tomar posse daquilo que Ele fez por nós. Aquele que não toma posse da herança, não pode estar entre os herdeiros


0 comentários:

Postar um comentário

Leu, gostou, odiou, quer malhar? Deixe sua opinião, ora bolas!!!Tá com medo, por que entrou na Trincheira? Não fique em cima do muro!!!!

Leia também